Categorias
eventos

Revelação reversível na CCMQ

teste de 3 processos

iniciamos fevereiro testando processos reversível na Casa de Cultura Mário Quintana, com Amílcar Pinto e Myra Gonçalves na tarde do dia primeiro.

Experimentos com branqueador de permanganato, percloreto de ferro e dicromato de potássio, que tinha no laboratório. O processo com percloreto não funcionou, não encontramos solução de amônia nas lojas, testamos sal amoníaco (cloreto de amônia) que não funcionou para converter a prata em cloreto.

O branqueador de permanganato deu bons resultados, mas logo oxidou ou ficou exausto, gerando imagens sem contraste.

O dicromato deu bons resultados, usando o ácido da solução de bateria diluído. O problema é hoje em dia comprar dicromato de potássio, controlado pelo exército, o único que funciona no processo a base de prata. Os dicromatos de sódio e amônia funcionam apenas nos processos dicromatados (goma, fotogravura, etc).

Testamos também adicionar algumas gramas de tiosulfato (hipossulfito) de sódio ao primeiro revelador, para abrir o branco, que deu bons resultados…

segunda revelação, do positivo