Pincoleday Santarém – Pará

Acontece junto com o I Encontro de Audiovisual do Oeste do Pará

https://encontroaudiovisual.wordpress.com

Pinholeday Corumbá

Com Alessandro Mônaco

http://pinholeday.org/events/?id=3727

Pinholeday Porto Alegre – CCMQ

Casa de Cultura Mario Quintana

https://web.facebook.com/Laborat%C3%B3rio-Caseiro-468373006549764/

Em Guaíba – RS

http://pinholeday.org/events/?id=3682

Pinholeday UFPE

https://web.facebook.com/registrosdaluz/

Pinholeday Belém

https://web.facebook.com/events/235876293819650/

Pinholeday Brasília

https://web.facebook.com/events/2060456480909313/

Pinholedayfloripa

https://www.facebook.com/pinholedayfloripa/

Christopher Burkett – fotógrafo de paisagens em 8×10″

Fotografando em 8×10 e imprimindo em Cibachrome,  no enceramento da fabricação comprou um estoque de material para trabalhar por mais 10 anos.

 

https://www.pbs.org/newshour/show/landscape-photographer-races-to-finish-decades-of-work

http://christopherburkett.com

Bromoil

Técnica que usa papel fotográfico tradicional, base de fibra, onde a prata metálica é rebaixada, e na zona da imagem é depositada tinta gráfica, oleosa , que é repelida nas áreas onde a gelatina está umedecida,  processo semelhante ao offset ou à litogravura, no aspecto do positivo/ negativo, água / óleo.

histórico:

http://www.mahler.be/3913383-history-of-oil-printing

processo:

Making a bromoil print

Bromoil Basics

flores para mi funeral

https://www.saatchiart.com/casimiromartinferre

Câmera para colódio

Pessoal que já mexe com o processo em colódio úmido, está iniciando ou pretende iniciar… está é uma das câmeras 5×7″ que estamos produzindo para uso com colódio – A Câmera RETRATISTA.

O fole foi feito do zero com material escovado, que ficou show o resultado. A câmera, sob medida, também produzida do zero, de acordo com comprimento do fole e a distância focal da lente, no caso utilizaremos nesta uma 210mm, considerada como “normal” para o formato 5×7″.

O chassi para está câmera é adaptada para o processo do colódio úmido, onde será possível produzir fotografias no tamanho 13×18.

Estamos mega ansiosos para fazer a primeira fotografia nela.

Ps: desconsiderem o background das fotos, foram feitas na bagunça do nosso ateliê-oficina [risos].

E, para quem ainda não conhece o grupo “Colódio Úmido Brasil (Oficial)” e tem interesse em participar e compartilhar conhecimentos e ideias (a cerca dos processos alternativos, em especial em colódio úmido), sejam bem vindos: https://www.facebook.com/groups/1773994922643508/

Renan Nakano 
 Alex Gimenes

Michael Koerner – Photoexperimentalist

fotogramas, quimigramas, tintypes, impressões de colódio sobre metal.

Michael Koerner (Okinawa, Japan, 1963) is the oldest of five brothers. Due to genetic abnormalities and cancer, he is the only remaining living son. His brothers’ fates (and potentially his own one day) can be linked to their mother, who was eleven years old on August 9, 1945 when the atomic bomb was dropped on Nagasaki. She lived in Sasebo, Japan, 45 miles away from the blast. The long-term effects of severe, acute exposure to gamma radiation led to his mother’s death at an early age, and all of his brothers. Koerner’s work explores his family history and genetics through small tintypes, using photographic chemistry to assimilate the bursts and biochemical fallout from the atom bomb.

http://photoexperimentalist.com

http://www.edelmangallery.com/artists/artists/g-n/mike-koerner.html